“PRIMEIROS MIL DIAS” Os primeiros mil dias de vida do bebê: atenção do pediatra pela saúde integral infantil

0
508

mil-dias-bebe-710x400

Em comemoração ao dia do médico, comemorado ontem dia 18 de outubro. A coluna Saúde & Bem-estar traz ao seus leitores, um artigo produzido pela competente Neonatologista e Pediatra da Clínica Albuquerque Dra. Ana Carolina Brito CRM/RR 796, um excelente artigo sobre os primeiros 1000 dias de vida do bebê.

Confira:

“Os primeiros mil dias de vida de um bebê são contados a partir da gestação até o segundo ano de vida e caracterizam o período mais importante para o investimento em nutrição adequada e formação de vínculo afetivo, cujas repercussões positivas se refletem até a vida adulta.  Os pais e o pediatra devem investir e incentivar, nesse período, a partir da gestação, em nutrição adequada para a mãe, a fim de um feto em formação saudável e também em estimulação sensorial (música, leitura) e exercícios físicos. Além do ganho com a saúde, através do devido acompanhamento pré-natal, o vínculo de cuidado com o bebê é fortalecido. Evidências científicas, desde 2008, mostram que as experiências pelo bebê nos primeiros mil dias, interferem ao longo de toda sua vida, dessa forma intervenções nesse período da vida, devem ser encarados como oportunidades para melhorar a saúde do futuro adulto através de ações positivas, como o incentivo ao aleitamento materno desde a primeira hora de vida e ler um livro para o bebê.

bebe_00
A estimulação de bons hábitos alimentares, estabelecimento de rotina, higiene adequada e estimulação sensorial e motora, desempenham um papel importante no processo de desenvolvimento cerebral e aprendizado. Vários estudos na área de neurociências mostram que a função cerebral se desenvolve mais rapidamente nos primeiros anos de vida, onde se conclui que o tempo dedicado ao bebê nos seus primeiros mil dias de vida, desde que na forma de estímulos positivos, repercutirá na melhor qualidade de sua vida futura.
Desta forma o planejamento de um filho pede ações e investimento em alimentação adequada, higiene, vacinação, leitura, música e a presença dos pais, pensando no estímulo do desenvolvimento pleno da saúde infantil.
O pediatra tem papel relevante no acompanhamento do bebê, desde antes do nascimento, na consulta pré-natal, na sala de parto e durante a puericultura, orientando os pais e tomando decisões em conjunto sobre a saúde do bebê”.